quinta-feira, junho 18, 2009

Idades

Daria tudo pra peitar o cretino que inventou aquela história de que a idade traz ao homem equilíbrio e placidez. Só se isso funciona pra ele, pois pra mim, já a dobrar o Cabo da Boa Esperança, a paciência começa a se tornar artigo de certa raridade. Você começa a sentir o pavio encurtar estreitando a malha da tolerância. Não sei que diabo acontece, mas o que anos atrás era motivo de uma singela indiferença, hoje se transmuta em forte motivo para deflagrar a Terceira Guerra.
Acho que deve ser a clara noção da finitude da vida que se apresenta quando você (ou pelo menos eu) envereda pela casa dos quarenta. Lá se vão alguns anos em que habito o seleto nicho dos quarentões e ainda não me acostumei à idéia. Alguém se distraiu na hora do meu registro. A despeito dos pés-de-galinha e uma ou outra pontada nas juntas, juro que devo ter vinte e poucos. Tem de ser assim, não pode ser de outra forma...
Que diabos, mesmo levando em consideração a remota possibilidade deste desregrado escrevinhador alcançar os setenta, o numero quarenta se aventa assustador. Quer dizer, passei da metade do caminho à cova. Não é justo, e aqui quero fazer meu público protesto ao Criador.
Veja você que gastamos a primeira década da existência mijando nas calças e empinando pipa. A segunda década nos apanha adolescentes, imortais cheios de espinhas e de incertezas. Ou seja, os primeiros vinte anos nos servem de material para doces recordações, mas de viver mesmo, nada. Pois bem, sigamos nas contas. A casa dos vinte e dos trinta, sim, já dá pra perceber algo do mundo e exercer, se não na sua plenitude, a arte do existir. Vá lá, até os quarenta tudo bem. Mas e depois? Acredito eu que aí a coisa começa a pegar. A poltrona da sala começa a parecer mais simpática e pra arrancar você dela é necessário forte crise reumática. Em suma, no pau mesmo, encaramos em torno de trinta anos de estrada. O que fica antes e depois é a preparatória para o inicio ou o fim da caminhada.
Daí que batendo os quarenta, estou começando a perder o sono. Não vai dar tempo... Simplesmente não vai dar tempo. Vou encurtar os planos e os sonhos e aderir seriamente à crença na vida após a morte. Tenho de fazê-lo senão perco o juízo. Tudo bem, se não deu pra encetar aquele affaire com a Daryl Hannah. Deixa pra outra encarnação. É a única forma de manter a sanidade, esta idéia de continuidade mesmo depois de contribuir para a fertilidade do solo com minhas surradas e adiposas carnes.


.

6 comentários:

Anônimo disse...

Essa é uma visão pouco otimista do passar do tempo, mas se você quiser...ainda há tempo pra muita coisa, tente.

Paccelli Gurgel disse...

Claro que dá tempo pra um monte de coisas... desde que nao demore muito...

Anônimo disse...

Vc está na sua melhor fase!um homem inteligente,charmoso, maduro e que conquista mts mulheres, é vc que não quer ver isso, ou então, nenhuma delas lhe interessa!Dê uma chance ao seu coração, deixe ele falar mais alto e vc verá que ainda há tempo...portanto, meu querido, RELAXE, vc começou a viver agora! bjão

Kiko disse...

A "vida começa aos 40", cara dá pra fazer mta coisa melhor começar agora. E se tá só pensa q qtde não é qldade muita mina ás vezes é só problema eu q o diga.Sorte na escolha eheheh.

Paccelli Gurgel disse...

EI, EI , EI... PÉRA, PÉRA, PÉRA... heheheh... GENTE ISSO É SÓ UMA CRÔNICA... nao estou a beira do suicídio e nem existem tantas "fãs" assim (quisera fosse). O bem estar pessoal envolve desde a realização profissional quanto ESPIRITUAL, passando sim pelo passional, claro. Diante disso , afirmo com muita tranquilidade que estou muito feliz E DE BEM COM MINHA IDADE, profundamente realizado da forma como conduzí esses anos. E falando em anos, ELES NAO TEM IMPORTANCIA PER SE... o que realmente conta é o que fizemos deles e neles. Assim, meus amigos e amigas, sou o quarentão mais em paz no mundo. MUITO GRATO A TODOS E TODAS PELA GENTIL ATENÇÃO A ESTE ESPAÇO. Grande e forte abraço.
ps - mas que a vida é curta, ah, isso é...

Niara disse...

UHM...EU CONCORDO MEU CARO...UMA INFINIDADES DE ESCOLHAS...PROJETOS..ASPIRAÇOES...E OLHANDO PELAS BOAS PERSPECTIVAS DESTA CAMINHADA,POR QUE NAO ACRESCENTAR MUITAS CONQUISTAS A SEREM FEITAS...ENTAUM ENDOSSO A NECESSIDADE DE MAIS TEMPO E IGUALMENTE ME APEGO A IDEIA DE VIDA PÓS MORTE...E SERIA MESMO MUITO ADORAVEL SE PUDESSEMOS CHAMA-LA DE PARAÍSO...ENTAUM, OBVIAMENTE SOU MAIS NA LISTA DOS QUEREM MAIS TEMPO E DOS QUE TENTAM APRESSAR O POUCO QUE TEM!!!VIVER É MESMO UMA EXPERTIENCIA FANTÁSTICA...AGRADEÇO TODOS OS DIAS AO CRIADOR QUE ME DEU UM POUCO DE ESPAÇO EM SEU PALCO PARA QUE EU POSSA ENCENAR MINHA SINGELA PEÇA TEATRAL...A ELE MEUS AGRADECIMENTOS E OS APLAUSOS QUE UM DIA PODERIAM/ÃO SER DESTINADOS A MIM!!!