sexta-feira, junho 04, 2010

O Cristo: gratidão

Poucos sabem de minha relação com ele, o "Cabeludo da Cruz". Educado em uma familía profundamente religiosa (mesmo os mais desaforados, como minha mãe, cumpria seus rituais), cresci acreditando e confiando no Cristo. Não sou de ficar enchendo o saco do Homem com qualquer besteira. Se eu sei pescar então que lance minhas redes... Que faça minha parte. Mesmo assim, todas as noites batemos um papinho. Quando viajo, peço uma mãozinha no que tange ao bem-estar na estrada e longe de casa. As pequenas vitórias do cotidiano, nunca esqueço de externar minha gratidão. E temos nos dado muito bem esses anos todos. É incrivel. Em todas as grandes dificuldades, antes que o pânico me tome por completo (coisa dificílima), sempre uma opção se coloca diante de mim. Esses meses todos com D. Djamira sob minha responsabilidade, não foi diferente. Os mais íntimos sabem o que passei. Passou, enfim... Nos ultimos dias mais um obstáculo se coloca.... E mais uma vez abre-se uma rota alternativa. Declinar meu reconhecimento, o meu fervoroso "muito obrigado" na intimidade de minhas noites tenho certeza que já basta. O Cabeludo não é muito chegado ao marketing pessoal. Mas ,pôxa JC, fica chateado nao, mas dessa vez quero agradecer de público todo o amparo a mim dispensado. Continuo tentando me manter reto e justo em relação aos meus semelhantes, postura que sei Você se lascou todinho pra ensinar pra gente. É o mínimo que posso fazer para sublinhar ainda mais o quanto lhe sou grato. Valeu cara...valeu mesmo...


.

Um comentário:

Futura pedagoga disse...

É isso aí meu amigo!!!
Nosso Jesus Cristo nos deixou muitas lições e a maior de todas é ser grato sempre.
Sei das tuas lutas, dos teus anseios, sonhos e realizações.
Sei o quanto és justo, o qto busca ser sempre justo. Sempre dentro dos pricípios e valores passado por toda sua família que tive a honra e prazer não só de conhecer, mais de viver momentos mágicos.