quarta-feira, dezembro 24, 2008

Um encontro especial...

Acho que devo cortar o cabelo...
No guarda-roupas não encontro nada a altura da ocasião...
Mas que merda ... tambem o que comprei em nome de minha suposta elegância esses anos todos???? Agora tá fazendo falta. Vou ver se sobrou uma graninha e apanhar pelo menos uma camisa, sei lá... Ô PORRA... me lembrei... nos pés só o mocassim sambado ou as botas de campo... ou os tênis da
power walking... Melhor comprar algo pros pés...um pisante qualquer... qualquer não... A OCASIÃO É MUITO ESPECIAL.
Explico, explico...
Quanto tempo faz que não acompanho uma senhorita a um restaurante em um jantar formal??? Pois hoje é o dia... E ainda vou pesquisar o local. Quisera algo em Cajazeiras que possibilitasse um piano e luz de velas...o ambiente sóbrio preenchido pelos acordes de "Souvenirs D'Enfance" ... o
maitre atencioso, o sommelier e a carta de vinhos, os rechauds ... Tudo bem é pedir demais... mas espero que nao tenha de levar a dama a uma churrascaria. ESQUECI, ESQUECI... o carro tá uma pocilga... tem de lavar, tem de lavar... TÔ UMA PILHA...
Pra piorar, a moça é bonita, elegante, inteligente e culta (pra idade, pra idade...). E O PRESENTE DE NATAL??? ENTREGO ANTES OU DEPOIS? Esqueci, esqueci o protocolo... enferrujado é foda...
Pois é... hoje desencano e levo uma pequena dama a um restaurante ... Christmas Dinner in Caja Town... Quem é ela??? Eu não disse antes? Pardonne-moi. É a Maya Jordana, minha filha, tres adorable et petit mademoiselle... Que será tão exigente e chata quanto o pai... e tão, tão diva quanto essa outra que a acompanha na foto...


2 comentários:

Marcelo disse...

Meu amigo e irmão,
Homens de família são assim mesmo, ainda bem que nos restam essas damas, grandes companheiras durante a nossa eternidade. Não apenas companheiras, biologicamente são 50% de nós mesmos.
Outras damas se mostraram fúteis, na verdade a melhor palavra seria "Ocas".
Feliz Natal, aproveite bem o seu jantar. Eu jantarei com a minha...
Um forte abraço!

Rodrigo disse...

Antes tarde do que nunca, Feliz Natal Paccelão...
Você não é um homem de lata! Não enferruge não! Pra frente é que se anda (e se vê). Que a janta tenha sido maravilhosa, grandiosa. Você merece!

Grande abraço! E feliz Ano Novo.

Rodrigo, Vivi e Mogue.